24 de Abril de 2018

Apple propõe novo grupo de emojis para melhor representar pessoas com deficiências

A Apple é uma empresa dedicada a acessibilidade em todos os aspectos — basta ver os esforços para tornar seus sistemas operacionais mais amigáveis aos usuários com deficiências a cada atualização ou o impressionante (e caro) projeto do Centro de Visitantes do Apple Park. Mas nada é perfeito a ponto de não podermos melhorar, não é verdade?

 

Por isso mesmo, a Maçã apresentou hoje ao Consórcio Unicode1 a proposta para um novo grupo de emojis focado justamente em acessibilidade. A ideia é aumentar a representatividade de pessoas com deficiências, como diz a Apple na proposta, compartilhada pela Emojipedia:

 

A Apple está solicitando a adição de emojis para melhor representar pessoas com deficiências. Atualmente, os emojis oferecem uma ampla gama de opções, mas elas podem não representar as experiências daqueles e daquelas com deficiências.

 

Nessa proposta inicial, estão inclusos 9 novos emojis — ou 13, se considerarmos as opções para homens e mulheres, ou 45 se considerarmos as diferentes opções de tons de pele. Entre eles, podemos ver um simpático cão-guia, uma pessoa deficiente visual com bengala, um sinal de surdez pela linguagem de sinais, uma pessoa numa cadeira de rodas e braços e pernas prostéticos.

 

A ideia, de acordo com a Maçã, é que esse seja apenas um ponto de partida e, a partir dele, muitas novas figurinhas representando pessoas com deficiências sejam criadas; até por isso, a empresa já está fazendo parcerias com várias associações americanas, como o American Council of the Blind (para deficientes visuais) e a Cerebral Palsy Foundation (para pessoas com paralisia cerebral) a fim de entender melhor os desafios e desejos desses usuários e poder representá-los da melhor forma possível.

 

Fonte: McMagazine