22 de Agosto de 2017

Estado lança edital para definir gestão de CT Paraolímpico

Na manhã desta quinta-feira (27), o governador Geraldo Alckmin esteve na sede do Centro de Treinamento Paraolímpico Brasileiro para participar da abertura dos Jogos Universitários Paralímpicos 2017. Na ocasião, ele anunciou o lançamento de edital dirigido as Organizações da Sociedade Civil de Interesse Social (Oscips), interessadas em gerir o complexo esportivo.

 

Alckmin estava acompanhado da secretária de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Linamara Rizzo Battistella. Ele agradeceu ao Comitê Paralímpico Brasileiro, que nos últimos doze meses teve a permissão de uso para a gestão do Centro de Treinamento. “Hoje, nós assinamos o edital que vai abrir uma concessão por cinco anos. Então, foi feito um chamamento para as Oscips poderem participar da concessão, conforme os termos do edital”, disse.

 

Construído pelo Governo do Estado com o objetivo de fomentar o paradesporto nacional, o Centro de Treinamento Paraolímpico Brasileiro está entre os cinco existentes no mundo e é o primeiro em número de modalidades. O CT recebeu da Prefeitura de São Paulo o Selo de Acessibilidade pela excelência de suas adequações arquitetônicas.

 

As competições dos Jogos Paralímpicos Universitários 2017 acontecem na próxima sexta-feira e sábado (27 e 28/07), com participação de cerca de 200 competidores em seis modalidades esportivas. Os atletas são de universidades de 20 estados brasileiros e do Distrito Federal.

 

A abertura dos jogos contou com a presença de atletas que participaram do Mundial de Atletismo Paralímpico em Londres, encerrado em 23 de julho último, e que conquistaram o 9º lugar no quadro geral da competição. A delegação brasileira, com 25 atletas, ganhou 8 medalhas de ouro, 7 de prata e 6 de bronze.

 

Alckmin destacou a participação do Time São Paulo Paralímpico: “A equipe paulista conquistou 42,5% das medalhas que o Brasil ganhou. Então, a nossa grande saudação, meus parabéns, meus cumprimentos. O pessoal tá se preparando aí para a Olimpíada que ocorrerá em seguida”. No mundial de Londres, o Time São Paulo Paralímpico colaborou com a conquista de 3 medalhas de ouro, 4 de prata e 2 de bronze.

 

Assinatura de convênio

 

Na ocasião, Alckmin também participou da assinatura de convênio que permite ao Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) utilizar o sistema da Bolsa Eletrônica de Compras (BEC/SP), do governo estadual, para aquisições na modalidade de licitação Pregão Eletrônico e pelo procedimento Dispensa de Licitação.

 

A adesão permitirá ao Comitê poupar, em média, 26,15% dos recursos empregados em compras juntos aos fornecedores. O Cadastro Único de Fornecedores (Caufesp) do sistema BEC/SP conta com mais de 69 mil empresas e um catálogo composto por 125 mil itens de materiais.

 

“Desde  a instituição da BEC, no ano 2000 até hoje, nós economizamos em torno de 21 e 22% nas compras através do leilão eletrônico. Nós assinamos, hoje, com o Comitê Paraolímpico Brasileiro. Eles vão poder comprar artigos, equipamentos, máquinas, material esportivo… Tudo pela BEC”, disse Alckmin.

 

A Bolsa Eletrônica de Compras do Estado de São Paulo (BEC/SP) é um sistema de compras via Internet administrado pela Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo, que permite a redução dos custos operacionais e dos preços pagos pelas unidades compradoras, além de agilizar o processo de aquisição e fornecer informações agregadas e rapidamente disponíveis para os sistemas de controle interno e externo.

 

Instalações

 

Com 95 mil m² de área construída, O Centro Paralímpico Brasileiro reúne 15 modalidades de paradesporto, como atletismo, basquete em cadeira de rodas, bocha, natação, esgrima em cadeira de rodas, futebol de 5, futebol de 7, golbol, halterofilismo, judô, rúgbi, tênis, tênis em cadeira de rodas, triatlo e voleibol sentado.

 

O CT segue o conceito adotado por países que são considerados potências no esporte adaptado, como Ucrânia, China e Coreia do Sul. Suas instalações estão dispostas em 11 setores que englobam áreas esportivas de treinamento, hotel, centro de convenções, laboratórios, condicionamento físico e fisioterapia. O empreendimento serviu para a preparação da delegação brasileira para os Jogos Paralímpicos Rio 2016.

 

Time São Paulo

 

O Time São Paulo Paralímpico é a seleção composta por 56 atletas e 10 atletas-guia das modalidades: atletismo, natação, ciclismo, halterofilismo, judô, tênis de mesa, bocha, tiro esportivo e triatlo. A equipe é constituída por meio de convênio assinado em 2011 entre a Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência e o Comitê Paralímpico Brasileiro.

 

 

Fonte: http://www.saopaulo.sp.gov.br